Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/estadoms/public_html/single.php on line 7

Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/estadoms/public_html/single.php on line 7
MS Canta Brasil chega a 50ª edição com palco repleto de atrações
 
 
                       
 
                       
 
 
 
 
 
   
         
 
 
 
 
 
 
    | visualizações: 985   

MS Canta Brasil chega a 50ª edição com palco repleto de atrações



 
 
A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, com a parceria da Funarte (Fundação Nacional de Artes), apresenta no dia 23 de novembro (domingo) um MS Canta Brasil especial: Ira, Dani Black, Gaby Amarantos, Zé Pretim Trio e DJ Renato Tulux. Eles celebram com o público a 50ª edição do projeto. As apresentações começam mais cedo, a partir das 16 horas e a entrada, como sempre, é franca.
 
         Quem abre a edição especial do MS Canta Brasil é o Zé Pretim Trio, formado pelo cantor e guitarrista Zé Pretim, pela baterista Ju Souc e o baixista Rodrigo Teixeira. Zé Pretim atua na cena artística da cidade desde os anos 1970, quando integrou os grupos de rock clássico Zutrik e Euphoria. Desde então mantém uma extensa trajetória musical, tanto como instrumentista quanto compositor.
 
         O trio apresentará o show “Pantaneiro Blues”, que conta com um repertório composto por músicas autorais de Zé Pretim (Primavera, Cantoria Blues...), releituras de clássicos da música sertaneja de raiz (Asa Branca, Chico Mineiro...) e canções que fazem parte da cultura sul-mato-grossense (Trem do Pantanal, Horizontes).
 
        A música e a animação continuam mesmo entre os shows. O DJ Renato Tulux transformará o palco em uma pista, passando do House ao Techno, sempre muito bem dosados e com muita criatividade. O set proporcionará ao público momentos de dark, groove, funky, breaks, minimalismo e muita originalidade.
 
        Tulux teve oportunidade de acompanhar os cinco anos de vida do club D-Edge (Campo Grande) onde foi residente pela primeira vez. É reconhecido com um dos grandes artistas da música eletrônica no Estado e coleciona participações em diferentes projetos musicais em todo o país.
 
           Já o músico Dani Black é reconhecido hoje como um importante nome da nova geração da Música Popular Brasileira. Foi eleito pela Billboard Brasil o Artista Revelação de 2011 e premiado em diversos festivais de composição pelo Brasil. Gravou ao lado de Maria Gadú, Chico César e teve composições interpretadas por Ney Matogrosso, 5 a Seco e Pedro Mariano.
 
            Lançou o seu primeiro disco no segundo semestre de 2011. Fez shows de lançamento em diversas capitais do Brasil e em Portugal foi artista convidado do festival de World Music “Vodafone Mexfest”. Fez a trilha sonora da peça “Uma noite na Lua”, eleita uma das 10 melhores em cartaz no Rio de Janeiro. Sua música “Miragem” foi recentemente incluída na trilha da novela da Rede Globo “Flor do Caribe”.
 
         Nascida e criada na periferia de Belém, a cantora paraense Gaby Amarantos iniciou na arte rompendo os limites das rodas de samba que animavam os encontros em família, fazendo disso profissão de fé. Na banda Tecno Show, sugeriu que se temperassem “riffs” acelerados de guitarra brega com beats eletrônicos, temperando o caldeirão sonoro que deu origem ao Tecnobrega. O novo ritmo reforçou sua vocação para vencer fronteiras, na medida em que os ecos da nova pegada acabaram ultrapassando limites do Pará.
 
          O barulho bom feito por Gaby veio, dessa forma, ecoando Brasil afora. A ponto de em 2012 ser indicada ao Grammy Latino e vencer em quatro das cinco categorias do MTV Music Award. Já no Prêmio Multishow faturou na categoria Novo Hit, por "Ex Mai Love", e na APCA (Associação Paulista dos Crítcos de Arte) foi escolhida como a melhor cantora de 2012 e entre as melhores do ano. Isso tudo após, em 2011, ser eleita pela revista "Época" como uma das 100 personalidades mais influentes do país.
 
          Depois de um recesso de sete anos, o Ira! está de volta. O guitarrista Edgard Scandurra e o vocalista Nasi retomaram os ensaios em março e os shows já matam as saudades de fãs ávidos por ver a banda mais emblemática de São Paulo. O Ira!, sedento pelo palco e saudoso do público que os acompanhou por tantos tempo, promete um show inesquecível na retomada dessa história que começou há 34 anos, quando Scandurra e Nasi fundaram a banda.
 
          A ideia é voltar aos palcos tocando os clássicos do Ira! e compor novas canções. Integram a banda os músicos Daniel Rocha (baixo), Evaristo Pádua (bateria) e Johnny Boy (teclados). No repertório, clássicos absolutos como “Flores em Você”, “Dias de Luta”, “Nucleo Base”, “Tolices”, “Envelheço na Cidade”, “Eu Quero Sempre Mais”, “Tarde Vazia”, “O Girassol” e a inédita “ABCD”.
 
         MS Canta Brasil
 
    O projeto MS Canta Brasil é uma realização da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e prevê apresentações de shows com artistas de renome nacional e de destaque no Estado na Arena do Parque das Nações Indígenas. O objetivo é homenagear os estados brasileiros por meio da música, promovendo a integração artística.
 
         Desde que o MS Canta Brasil foi inaugurado, em outubro de 2007, já se apresentaram no evento 48 nomes da música sul-mato-grossense: Chalana de Prata, Tropeiros da Querência, Bojo Malê, Jerry Espíndola, Jucy Ibañez, Olho de Gato, Carlos Colman, Geraldo Espíndola, Filho dos Livres, Marcelo Loureiro, Guilherme Rondon, Bêbados Habilidosos, Bando do Velho Jack, Agemaduomi, Velho do Rio, Lia Mayo, Grass, Balaio Jazz, Simona, Léo Verão e Daniel Freitas, Zézinho do Forró, Delay, Curimba, Sampri, Aldeia Black, Muchileiros, Mandioca Loca, Gideão Dias, Jeniffer Magnética, Marina Dalla, Dimitri Pellz, Guga Borba, Hermanos Irmãos, Gustavo Vargas, Vinil Moraes, Black Tie, Dombraz, Gilson Espíndola, Rivers, Karina Marques, Sarravulho Alzira Espíndola, Almir Sater, Haiwanna, Chá Noise, Surfistas de Trem, Trajeto 2, Revoada Pantaneira, Cassino Boogie e The Rockfeller.
 
        Serviço
 
      O MS Canta Brasil acontece no Parque das Nações Indígenas. As apresentações começam às 16 horas. A entrada é franca.
 
 
 

DATA DA POSTAGEM 14-11-2014

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2777664