Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/estadoms/public_html/single.php on line 7

Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/estadoms/public_html/single.php on line 7
Em Ponta Porã, reeducandos participam de cursos profissionalizantes
 
 
                       
 
                       
 
 
 
 
 
   
         
 
 
 
 
 
 
   Ronei Ribeiro | visualizações: 919   

Em Ponta Porã, reeducandos participam de cursos profissionalizantes



Internos da Unidade Penal Ricardo Brandão, em Ponta Porã, estão recebendo uma oportunidade para mudarem de vida por meio da qualificação profissional. No momento, 32 custodiados estão sendo capacitados em cursos de marcenaria e de pedreiro de alvenaria, ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). A iniciativa faz parte das ações do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), e acontece no estabelecimento prisional por meio de parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Prefeitura Municipal de Ponta Porã. Segundo o diretor do presídio, Rodrigo Borges, foram selecionados para participação detentos com boa conduta e habilidade para o trabalho, além de atenderem a requisitos pré-estabelecidos pelo Pronatec, como escolaridade mínima. Cada curso conta com a participação de 16 alunos. Além do conhecimento e formação profissional, os participantes recebem auxilio bolsa de R$ 2,00 por hora/aula. “A qualificação profissional vai trazer oportunidade de trabalho tanto enquanto estão cumprindo a pena, quanto quando estiverem em liberdade, proporcionando um meio para a reinserção social”, destaca Borges. A capacitação para a área de marcenaria envolve 280 horas de aulas, entre teoria e prática, abordando desde o planejamento e preparação dos gabaritos – ou moldes das peças – à confecção e restauração de produtos de madeira e derivados, técnicas de acabamento, montagem, pintura e colagem. Durante as aulas, eles estão confeccionando móveis para a unidade penal feminina de regime fechado da cidade. “O curso está sendo muito proveitoso, o professor é bem qualificado, está ministrando com qualidade e tem facilidade em transmitir o seu conhecimento. Aprendi muito”, garante o reeducando B.W.S.T, 38 anos. Com 200 horas/aulas, no curso de pedreiro os alunos aprendem a execução de trabalhos de construção e a como reformar e dar manutenção a obras civis, no que se refere à alvenaria de tijolos, pedras de cantaria, blocos e concreto, contra-pisos e revestimentos de pisos e paredes em geral; além da montagem de painéis de alvenaria pré-fabricados ou convencionais, de acordo com as normas e procedimentos técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde. Já tendo atuado na área, o custodiado J. M., 47 anos, afirma que o conteúdo repassado de forma técnica ajuda a aperfeiçoar o trabalho, evitando desperdícios e proporcionando melhor qualidade aos serviços prestados. Essa é a segunda turma de internos que participam do curso de pedreiro de alvenaria do Pronatec, 16 internos já foram qualificados este ano. Aproveitando o conhecimento técnico adquirido pelos reeducandos, e o material fornecido, durante esse curso duas salas de aulas foram construídas para reforçar as ações de ensino no presídio. Outras ações Atualmente, cerca de 50% dos reclusos trabalham enquanto cumprem pena na Ricardo Brandão. Por meio de diversas parcerias, atuam na fabricação de tijolos ecológicos, pisos táteis, artefatos de cimento, jardinagem, horta, marcenaria, cozinha, fabricação de vassoura, beneficiamento de crinas, serralheria, confecção de vestuários, obras e artesanatos. Outros dezesseis prestam serviço à prefeitura municipal na confecção e reformas de cadeiras e mesas de todas as escolas da Secretaria de Educação do Município. Pelo trabalho, recebem ¾ do salário mínimo vigente e remição de pena (a cada três dias de serviços prestados um é diminuído).

DATA DA POSTAGEM 08/09/2013

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2754259