Ronei Ribeiro | visualizações: 561   

Na Capital, mais de 60 unidades de saúde participam da campanha de Multivacinação



'

Para ampliar a cobertura vacinal das crianças e atualizar a caderneta, a Prefeitura de Campo Grande realiza neste sábado (24.08) o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação, que acontece até o dia 30 de agosto em todo o país. O lançamento aconteceu nesta manhã, na Unidade Básica de Saúde (UBS) “Astrogildo Carmona”, na Vila Carlota, e contou com a presença do prefeito Alcides Bernal (PP) e do secretário Municipal de Saúde Pública, Ivandro Corrêa.

 

Na Capital existem atualmente cerca de 60 mil crianças que estão na faixa etária de até cinco anos de idade. No ano passado, 27 mil crianças foram atendidas na campanha, mas segundo a Sesau, apenas 12 mil precisou receber algum tipo de vacina que estava faltando.

 

Durante a campanha, serão oferecidas todas as vacinas do calendário básico infantil: BCG, hepatite B, penta, inativada poliomielite (VIP), oral poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche).

 

O prefeito Alcides Bernal aproveitou a solenidade para ressaltar a importância de levar as crianças menores de cinco anos a uma das 62 unidades de saúde que estarão oferecendo as vacinas neste período. “Os pais, avós, tios ou responsáveis pelas crianças menores de cinco anos devem ter essa consciência sobre a importância em ter a caderneta de vacinação atualizadas das crianças, pois isso garante a saúde das mesmas.

 

É muito importante que as crianças que tenham alguma falha na carteira, possam vir até o posto de saúde receber essa dose que está faltando e ficar em dia com a carteira de vacinação”. Nesta campanha não existirá postos volantes da imunização, isso porque algumas vacinas precisam estar refrigeradas e também no caso do responsável não estar com a caderneta do menor, a equipe de saúde poderá consultar quais vacinas estão em falta por meio do sistema disponibilizado apenas nas unidades de saúde.

 

O secretário de Saúde reforça a importância da prevenção. “É mais importante a gente prevenir a pessoa das doenças do que tratar depois dela já existir. Por isso a importância da vacina no sentido de prevenirmos as doenças”, considera. O técnico em refrigeração Robert Batista da Silva, de 28 anos, não perdeu tempo e levou as três filhas neste sábado para serem vacinas. “Eu sempre trago pra vacinar, tem que prevenir para não ficar doente. Minha filha mais nova está com sete meses e ainda faltavam algumas vacinas.

 

Agora, ela está vacinada e protegida. Melhor chorar agora do que ficar doente mais pra frente”, considerou o pai, que mora com a família no bairro Itamaracá. Já a merendeira Ariane Faria Paniago, de 29 anos, disse que as vacinas estão em dia, mesmo assim preferiu conferir na unidade de saúde. “Eu faço tudo certinho.

 

Mas é bom a gente ir conferir na UBS se surgiu alguma vacina nova que a gente não sabe. O atendimento está excelente e a gente fica feliz em receber essa atenção”, destacou a moradora da Vila Albuquerque. Em Campo Grande, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF), Centros Regionais de Saúde (CRS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA) vão oferecer as vacinas até o dia 30 de agosto.

 

A Campanha é uma iniciativa do Ministério da Saúde, sendo que as atividades serão executadas em conjunto com as secretarias estaduais e municipais. Homenagem A UBS da Vila Carlota recebe o nome do médico Astrogildo Carmona, que prestou importante contribuição em prol da população de Campo Grande. Nesta manhã, familiares do homenageado levaram para o prefeito Alcides Bernal um retrato do médico, que será afixado na UBS com um histórico sobre a vida de Astrogildo Carmona. '

'

DATA DA POSTAGEM 08/09/2013

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2675774