Ronei Ribeiro | visualizações: 593   

Seminário discute gestão integrada de resíduos e lojística das cooperativas



Como parte dos trabalhos realizados pela Semadur (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) voltados a estimular a participação social e a discussão entre o governo e sociedade está o apoio às cooperativas dos catadores de materiais recicláveis e a realização do Programa Cataforte. Nesta quarta-feira (28), técnicos da pasta participaram do Seminário de Validação do Plano de Logística Solidária, momento em que foi discutida a segunda etapa do Programa Cataforte criado para fortalecer a infraestrutura logística das cooperativas por meio da aquisição de equipamentos e assistência técnica para elaboração de planos de logística.
 
 
 
 
O diretor do Departamento de Políticas e Sustentabilidade Ambiental da Semadur, Raimundo Moreira destacou a importância do fortalecimento dos catadores e da gestão integrada dos resíduos sólidos prerrogativas para o desenvolvimento sustentável. “O catador de material reciclável como um agente ambiental é fundamental nesse processo. Entendemos que a educação ambiental é a principal ferramenta para conscientizar a população para a correta segregação dos resíduos e os catadores são parte importante neste contexto”, afirma Moreira.
 
 
 
Durante o Seminário, a Semadur apresentou o projeto “Ações educativas para a gestão dos resíduos sólidos urbanos” que será desenvolvido em parceria com outras secretarias. O projeto será realizado em etapas, sendo que a primeira etapa contemplará a capacitação de 250 catadores que ainda trabalham no lixão.
 
 
 
O evento contou com a presença de Marilza Aparecida de Lima, representante do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), que expôs a experiência dela como catadora no estado do Paraná, onde reside, e o fortalecimento da rede de cooperativas “O Governo Federal em muito tem nos apoiado, porém também é fundamental o apoio dos governos municipais. Trabalhar em sistema de rede é importante para agregarmos valor aos materiais e conseguirmos melhores preços. Sermos reconhecidos como trabalhadores que podem contribuir com o meio ambiente é muito gratificante”, descreveu.
 
 
 
Gilda Macedo, presidente da Associação dos Trabalhadores de Materiais Recicláveis dos Aterros Sanitários de MS (Atmaras), relatou que a realização deste Seminário é a consolidação de mais uma etapa de avanços para a categoria “É importante para o nosso trabalho termos essa capacitação e sermos reconhecidos, hoje são cerca de 160 catadores que já finalizaram mais essa etapa do Cataforte”. Para Daniel Obelar, presidente da Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis dos Aterros Sanitários (Coopermaras), o Seminário é a validação dos trabalhos já realizados e o apoio da Semadur foi importante nestas conquistas “Foram 80 horas de capacitação, onde inclusive viajamos e agora poderemos iniciar a formação da nossa rede de cooperativas de Mato Grosso do Sul. O papel que a Semadur vem desempenhando é ótimo, pois com o seu apoio e diálogo estamos fortalecendo nossa rede para todo o estado, só temos a agradecer”, enfatizou.
 
 
 
Segundo Eduardo César Cardoso, essas capacitações proporcionam aos catadores um outro patamar “Com a capacitação, equipamentos e os caminhões que estamos recebendo vamos sair das mãos dos atravessadores e poderemos tem um lucro maior. Neste contexto a Semadur é um importante parceiro, auxiliando na educação ambiental, capacitação dos catadores e na busca pela ampliação da coleta seletiva”, explicou. 
 
 
 
Já Lúcia Rodrigues, presidente da Cooperativa CataMS, afirmou que após fazer parte de uma cooperativa sua vida só melhorou “O que é repassada em nossas capacitações só acrescenta em nossas vidas. A maior mudança que notei depois de fazer parte de uma cooperativa é no ambiente de trabalho, temos mais conforto, trabalhamos em grupo com união e assim aprendemos sempre”, demonstrou.
 
 
 
Participaram do Seminário catadores de São Gabriel do Oeste e Fátima do Sul, a vereadora Luiza Ribeiro, representando a Câmara Municipal de Vereadores, Pedro Teruel, superintendente estadual da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), representantes da Fundação Banco do Brasil e do Ministério do Trabalho e Emprego.
 

DATA DA POSTAGEM 08/09/2013

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2675803