Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/estadoms/public_html/single.php on line 7

Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/estadoms/public_html/single.php on line 7
Hospitalidade e calor humano são os principais atrativos de cidades que receberão símbolo olímpico
 
 
                       
 
                       
 
 
 
 
 
   
         
 
 
 
 
 
 
    | visualizações: 315   

Hospitalidade e calor humano são os principais atrativos de cidades que receberão símbolo olímpico



 Da série Destinos da Tocha em MS, hoje (16) nossos destaques são os municípios de Sidrolândia, Maracaju, Rio Brilhante, Itaporã e Dourados.  Municípios que integram hospitalidade de um povo alegre e acolhedor, riquezas culturais e gastronômicas, além do lazer e eventos.
 
Na semana passada publicamos a primeira matéria especial da série, sobre as peculiaridades e os principais atrativos turísticos dos municípios de Bonito e Campo Grande, que pode ser conferida aqui: http://bit.ly/24FHkEj
 
Trajeto
 
Na sexta-feira (24), Mato Grosso do Sul recebe o símbolo do maior evento esportivo do mundo, os jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.  A chama olímpica percorrerá em três dias nove cidades do estado: Bonito, Campo Grande, Sidrolândia, Maracaju, Rio Brilhante, Itaporã, Dourados, Nova Andradina e Bataguassu.
 
No sábado (25), em uma operação especial a tocha segue de helicóptero para Bonito, onde percorrerá alguns atrativos turísticos pela manhã, a tarde retorna a Campo Grande e inicia o revezamento oficialmente em Mato Grosso do Sul percorrendo alguns dos principais cartões postais da cidade.
 
No domingo (26), continua em Sidrolândia, passa por Maracaju, Rio Brilhante, Itaporã e finaliza o revezamento em Dourados, onde a tocha olímpica pernoitará. Na segunda-feira (27), o revezamento continua em Nova Andradina e encerra no município de Bataguassu.
 
 
sidrolandia
 
Município próximo à cidade de Campo Grande – capital do Estado de Mato Grosso do Sul, Sidrolândia preserva o jeito pacato de uma cidade típica do interior.  Cultua um diferenciado estilo de vida ao ar livre. As praças públicas garantem a qualidade de vida e a sustentabilidade da cidade. Cidade pequena, muito agradável, com belos jardins bem cuidados, e um povo valente e hospitaleiro.
 
A Expo Sidrolândia (Exposição Agropecuária), o Laço Comprido, Expo Flores (Exposição Orquídeas) e a tradicional festa da padroeira da cidade a Nossa Senhora da Abadia são eventos consolidados no município e atraem pessoas de várias regiões do estado.
 
A instalação de várias indústrias, principalmente do setor têxtil e alimentício favoreceu o crescimento do município. A terra fértil atraiu os pioneiros e ainda é o alicerce deste polo de desenvolvimento, que conta hoje com indústrias de alimentos. O município é um dos que mais cresce no Estado devido seu enorme potencial de produtos agropastoril resultante da associação do clima favorável, solo produtivo e uso de tecnologias de ponta.
 
Maracaju 
 
O município de Maracaju está localizado na região centro-sul do Estado de Mato Grosso do Sul, distante 159 km da capital Campo Grande. Sua economia é baseada na agropecuária e na agricultura com produções de soja, milho, cana de açúcar e algodão.
 
O município realiza anualmente a Festa da Linguiça evento gastronômico conhecido nacionalmente, neste período de festa a cidade recebe milhares de pessoas.
 
A Linguiça de Maracaju é um prato típico da cidade cuja receita é centenária e muito apreciada. Um dos sabores da agropecuária brasileira recebeu o certificado de registro de Indicação Geográfica (IG). A produção da iguaria – preparada com carne nobre bovina, temperos e suco de laranja azeda – remonta a 1890, duas décadas após o fim da Guerra do Paraguai. Hoje, o produto é reconhecido dentro e fora de Mato Grosso do Sul, conquistando cada vez mais apreciadores, por causa do sabor inigualável, o que contribui para movimentar a economia local.
 
Entre os eventos que movimentam a cidade também está a Festa de São Sebastião que ocorre anualmente no município, o evento religioso atrai um grande público de várias partes do estado.
 
Com objetivo de trazer soluções em inovação, tecnologia, negócios e sustentabilidade focadas no produtor rural, o Showtec uma das maiores feiras de difusão de tecnologias voltadas para a agricultura e pecuária do país, atingiu o público recorde com mais de 15 mil pessoas.
 
A cidade possui ainda Museus como o da Linguiça, da Cachaça, Museu da Ascomar, Associação dos Colecionadores de Máquinas antigas e o Museu Municipal onde guarda a história de Maracaju e sua gente, através de fotos, peças antigas, em um acervo completo dos fatos que marcaram a história.
 
Bastante frequentada por turistas a cachoeira do Canindé é um dos pontos município que atrai turistas internacionais e nacionais.
 
Rio Brilhante
 
Uma cidade arborizada cheia de encantos e hospitalidade possui um legado histórico e cultural muito forte, preservados na arquitetura da cidade e nas fazendas históricas. Rio Brilhante tem sua história ligada à República Paraguaia. Seu primeiro morador foi o mineiro Antônio Gonçalves Barbosa que chegou em 1835, na região denominada “Campos de Vacaria”.
 
 
A Praça Doutor Boaventura no centro da cidade é um belo cartão postal, nos caules das árvores estão colocadas orquídeas que embelezam o local. A Casa do Artesão, localizada na praça, comercializa trabalhos produzidos por artesãos da cidade e dos assentamentos. As peças são feitas em madeira, na argila, na fibra da bananeira, com a confecção de tapetes pintados, bordados, dentre outros produtos. No mesmo endereço está o Centro de Atendimento ao Turista (CAT).
 
 
A cidade é conhecia como a Capital do Chamamé, o título foi concedido em 2011 por meio de leis estadual e municipal com o objetivo de resgatar as raízes musicais de Mato Grosso do Sul. Eventos consolidados como o Festival Internacional de Chamamé, o carnaval, o Arraiá Cultural e festivais de música secular e gospel fazem parte do calendário oficial do município.
 
 
 
Itaporã é conhecida como “Cidade do Peixe”. Sua principal fonte econômica é a agricultura, pecuária e piscicultura, este último segmento com uma grande expansão na região. Um dos maiores frigoríficos do país fica localizado na própria cidade.
 
Uma escultura gigante de um pintado, de oito metros de comprimento, identifica a cidade como uma das maiores produtoras país. A escultura está instalada na entrada da cidade, no trevo de acesso a Dourados. Das espécies produzidas a maior parte são as nativas, como o pacu e pintado.
 
Um dos eventos mais tradicionais é o Expoita, a tradicional festa cultural recebe milhares de pessoas de toda a região, além de shows possui atrativos como parque de diversão, espetáculos de dança, comidas típicas, artesanato e outros. A festa, que acontece no mês de setembro, é a oportunidade para quem quer degustar deliciosos pratos a base de peixe e outras comidas típicas da região.
 
Pedra Bonita é o significado de Itaporã no idioma Tupi Guarani, através da junção dos termos itá (“pedra”) e porang (“bonito”).
 
Itaporã também é conhecida nacionalmente por ser o local de nascimento da modelo Luiza Brunet. 
 
Dourados (Revezamento-Celebração-Pernoite/26 de junho)
 
A cidade de Dourados está localizada no centro-sul de Mato Grosso do Sul, numa região de terras férteis e de logística excelente, se figura como local de grandes oportunidades de investimento. O agronegócio é altamente tecnológico e em expansão, o município também tem um comércio forte e diversificado e uma ótima base industrial. Destaca-se ainda como um dos maiores polos do Centro-Oeste em serviços, sobretudo na saúde e na área de educação, com uma grande estrutura universitária. O perfil do turismo de Dourados é de negócios e eventos.
 
Ok Dourados monumento ao colono 2 (2)
Foto: Prefeitura de Dourados
Cidade plana, de fácil deslocamento é habitada por povos oriundos de vários estados brasileiros e de outros países como o Paraguai, Japão e Líbano, por isso é chamada de “Cidade de Todos os Povos”. Dourados é uma terra hospitaleira de grandes oportunidades. Seja na produção de cereais, na pecuária, na cana-de-açúcar, na indústria, no comércio, nos serviços e numa gama enorme de atividades.
 
Por sua localização estratégica, Dourados é passagem obrigatória aos turistas do sul do Brasil e de parte de São Paulo, que buscam as belezas naturais de Bonito e do Pantanal. Realiza o ano todo várias festas tradicionais, entre elas a Festa do Peixe, que acontece no período da semana santa, a Expoagro, em maio, a Festa Junina, em junho, a Japão Fest, em novembro, Dourados Brilha, em dezembro, o Festival Gastronômico, que está inserido no Projeto Sabores de Dourados, acontece no período de inverno, além de vários eventos de negócios.
 
Seus bares, restaurantes e casas noturnas são ótimas opções de lazer. Cidade universitária e com vários centros de pesquisa, sobretudo no agronegócio, vê o turismo de eventos crescer dia a dia.
 
 
 
 

DATA DA POSTAGEM 17-06-2016

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2777681