Ronei Ribeiro | visualizações: 574   

População de Campo Grande passa a contar com Brigada de Incêndio



 
Campo Grande passa a contar a partir de hoje (9) com a Brigada de Incêndio que irá atuar tanto na prevenção como no combate aos incêndios causados nos terrenos e áreas florestais da Capital. O termo de cooperação mútua foi assinado nesta segunda-feira (9) pela Prefeitura de Campo Grande, Corpo de Bombeiros, Ibama e Coordenadoria da Defesa Civil Municipal. O prefeito Alcides Bernal (PP), ao lado do secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Odimar Luis Marcon, fez o lançamento da ação, durante solenidade no Parque Ecológico Anhanduí.
 
 
O termo tem como objetivo estabelecer um regime de estreita cooperação mútua entre as partes no campo de prevenção e combate aos incêndios florestais, especialmente voltada à diminuição da emissão de gases do efeito estufa na atmosfera e à qualidade vida e manutenção dos recursos naturais. O prefeito ressalta a preocupação da atual administração, no sentido de trabalhar, principalmente, na prevenção de incêndios, por meio de ações na área da educação ambiental. “Não podemos admitir que uma capital não tenha uma Brigada contra incêndios. O nosso propósito é trabalhar para o bem estar das pessoas e garantir saúde e segurança. É essa a finalidade da Brigada. Vamos fazer um trabalho atuante para a conscientização ambiental e alertar a sociedade sobre o perigos e as consequências das queimadas. O foco é prevenir e evitar que aconteçam os incêndios, mas no casso da ocorrência vamos enfrentar o problema”, garante Bernal.
 
 
A coordenação e a programação das atividades exercidas pela 1ª Brigada ficarão a cargo da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, sob a orientação do Centro Nacional de Prevenção e combate aos Incêndios Florestais de Mato Grosso do Sul e do Corpo de Bombeiros Militar de MS. O coordenador da Defesa Civil, Major Bombeiro Luidson Noleto disse que em 17 anos de carreira, esta é a primeira administração Municipal que mostra com ações concretas a preocupação com o ar que os cidadãos respiram. “Pois é isso que significa prevenir os incêndios. Já que essas queimadas atingem diretamente o meio ambiente e prejudica a vida de todos nós. Hoje o governo municipal está dando um norte para a questão e essa iniciativa prova o que estou falando”.
 
De acordo com o Corpo de Bombeiros são registradas por mês, a média 134 ocorrências de incêndios urbanos em Campo Grande. Em nome da entidade, o Tenente Coronel Francismar Viera da Costa disse que assiste pela primeira vez o envolvimento direto da administração pública Municipal nessa questão do meio ambiente. “Só posso agradecer ao prefeito pela iniciativa. É a primeira vez que uma ação é executada neste sentido. Vamos trabalhar em parceria para que a Brigada seja atuante e possa fazer a diferença. Sabemos que não é uma tarefa fácil conscientizar as pessoas de que não devem colocar fogo nos terrenos a fim de fazer a limpeza no local. Quem sofre com essas atitudes são as pessoas”. 
 
 
Fazendo coro às palavras do tenente coronel Franscismar, o superintendente do Ibama, Marcos Yule agradeceu a oportunidade em participar do lançamento da Brigada e disse estar otimista quanto a sua atuação. “Conseguimos identificar a sensibilidade do prefeito Alcides Bernal em promover essa ação e criar condições para que seja possível essa nova frente de enfrentamento às queimadas e incêndios florestais. Sabemos que o resultado dos incêndios urbanos é a perda da qualidade de vida das pessoas e um trabalho a fim de prevenir que essas queimadas comecem é sem dúvida algo que deve ser destacado e visto como essencial”.
 
Neste primeiro momento vão passar pelo treinamento 35 guardas municipais que se prontificaram para fazer parte da Brigada e passaram por uma avaliação. Caberá à Prefeitura, enquanto coordenadoria de Defesa Civil coordenar a Brigada, selecionar candidatos, participar diretamente de execução de projetos e avaliação de resultados. Caberá ainda à Guarda Municipal oferecer o curso aos guardas municipais lotados nos parques municipais e unidades da prefeitura. À Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) caberá oferecer o espaço para o curso e dispor equipamentos para combate a incêndio florestal.
 
Ao Corpo de Bombeiros, caberá a responsabilidade de proporcionar junto ao Ibama as instruções do curso de combate ao incêndio aos brigadistas da 1ª Brigada de Incêndio e dispor de equipamentos de combate a incêndio florestal, tais como abafadores e bombas costais.

DATA DA POSTAGEM 09/09/2013

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2675809