Ronei Ribeiro | visualizações: 42   

De reforma de cadeiras de alimentação a produção de brinquedos, projeto da Agepen ajuda ceinfs da capital



 
 
Brinquedos pedagógicos produzidos por detentos da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande estão contribuindo para o aprendizado e diversão dos 270 alunos do Centro de Educação Infantil (Ceinf) “Lafayete Câmara de Oliveira”, no bairro Santa Carmélia.
 
Além dos brinquedos, também foram realizadas no presídio as reformas de cadeiras de alimentação e confeccionadas capas para os colchonetes das crianças. O centro educacional recebeu, ainda, a doação de cadeiras de fio fabricadas com mão de obra prisional.
 
O projeto “Educação Lúdica com Brinquedos Pedagógicos”, da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), é realizado por meio da direção do presídio e existe há mais de um ano, já tendo beneficiado seis instituições sociais e de ensino. A ação foi idealizada pelo agente penitenciário Vinícius Saraiva e consiste em associar o trabalho filantrópico ao de ressocialização de custodiados da Máxima, pois, ao mesmo tempo em que ajuda as crianças, leva ocupação produtiva e novos valores pessoais aos detentos.
 
Com a iniciativa, os reeducandos aprendem a transformar sobras de madeiras da marcenaria do presídio, que iriam para o lixo, em jogos educativos, carrinhos, entre outros; brinquedos em crochê também são confeccionados por eles. Além da beleza existe todo um cuidado quanto à funcionalidade e segurança das peças, já que não possuem acessórios pequenos e é tudo feito com cola, sem o uso de pregos ou materiais que possam machucar as crianças.
 
 
Na solenidade de entrega dos brinquedos, foi destacada a importância do projeto desenvolvido pela Agepen
A doação ao Ceinf do Santa Carmélia foi realizada na manhã desta quarta-feira (26.7) e foram entregues 40 brinquedos lúdicos, oito cadeiras de alimentação reformadas, dez capas de colchonetes confeccionados e seis cadeiras de fio infantis.
 
O evento contou com a presença do diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, e da vice-prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes; além da superintendente de Gestão da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Alelis Izabel de Oliveira Gomes, e do diretor da penitenciária, Paulo Godoy.
 
“Esse projeto é uma demonstração das ações positivas que temos dentro de nosso sistema penitenciário, e nessa parceria com o Município estamos aliando o trabalho prisional a melhores condições de assistência e aprendizado a essas crianças”, destacou o diretor do presídio, responsável pela condução do trabalho junto com a equipe de servidores penitenciário.
 
Para o diretor-presidente da Agepen, o trabalho é importante tanto para o sistema prisional quanto para a secretaria de educação, pois alia ocupação produtiva de detentos a melhor condição de aprendizado aos alunos. “E é um trabalho em que a sensibilidade e a humanidade devem estar presentes sempre. A dedicação de nossos servidores em incentivar o artesanato, resultando nesses brinquedos, mostra isso”, afirmou Aud, reforçando que a agência penitenciária trabalha para a sociedade. “Ajudando essas crianças estamos ajudando a proporcionar um futuro melhor para todos”, complementou.
 
A vice-prefeita também enfatizou a união de esforços entre o estado e o município e classificou a parceria como uma “renovação de esperança”. “Nosso país está passando por um momento de dificuldade e temos buscado as melhores saídas. A prefeitura está muito grata pelo apoio da Agepen e é com parcerias assim que conseguimos construir um mundo melhor”, agradeceu Adriane.
 
Muitas melhorias
 
Pai de aluno do Ceinf Lafayete Câmara de Oliveira e presidente da Associação de Pais e Mestres, Márcio Antônio de Souza comemorou o trabalho feito com a mão de obra prisional. “As cadeiras e os colchonetes estavam bastante deteriorados, e agora a gente fica muito feliz de ver tudo novinho, pois isso traz maior qualidade ao cuidado de nossos filhos”, disse. “Também estávamos com falta de brinquedos e estes feitos no presídio vão ajudar na questão pedagógica e possibilitar que as crianças brinquem mais”, declarou.
 
Segundo a diretora do Centro de Educação Infantil, Neiva de Miranda, para o recebimento do benefício foi solicitado apoio à Divisão de Trabalho da Agepen, que encaminhou para atendimento na Máxima. “Estávamos precisando muito e busquei auxílio na mão de obra dos presos e através da parceria com a agência penitenciária conseguimos efetivar e termos condições melhores para atendermos essas crianças. Estamos muito satisfeitos e esperamos que novas ações como esta sejam executadas”, disse.
 
Sobre os brinquedos pedagógicos, a diretora reforçou que ajudarão muito no processo de aprendizado. “Vai ser trabalhada a parte neuropsicomotora das crianças, vão desenvolver a parte visual e tátil”, comentou. “Nossos brinquedos eram muito antigos e essa doação está colocando brinquedos novos aqui dentro”.
 
Parques de Pneus
 
Neste mês, a parceria entre a Agepen e a Semed também iniciou o projeto “Arte com Pneus”, que visa a utilização de pneus descartados na fabricação de brinquedos para serem instalados em parques de 25 Ceinfs da Rede Municipal de Educação (Reme).
 
Os trabalhos também serão desenvolvidos por detentos da Penitenciária de Segurança Máxima da Capital e têm como foco reunir reinserção social de detentos e oportunidade de diversão a crianças em Centros de Educação Infantil (Ceinfs) de Campo Grande, além de contribuir, diretamente, no combate a mosquitos vetores de doenças, por meio da reciclagem.
 

DATA DA POSTAGEM 27-07-2017

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2651408