Ronei Ribeiro | visualizações: 504   

Agetran marca Semana Nacional do Trânsito com blitzes e ações educativas



 
Para marcar a Semana Nacional do Trânsito, as ações da Agetran a partir desta segunda-feira (16.09) priorizam as blitzes nas vias com maior incidência de acidentes de trânsito com casos graves ou fatais. Os agentes de trânsito iniciaram os trabalhos hoje pela manhã na avenida Ministro João Arinos, na terça-feira (17.09) prosseguem na avenida Cônsul Assaf Trad, na quarta-feira (18.09) estarão na BR 060, na rotatória da saída para Sidrolândia, na quinta-feira (19.09), na avenida Ernesto Geisel, próximo ao Ginásio Guanandizão e na sexta-feira (20.09), na avenida Presidente Vargas, na região do Santo Amaro. No sábado (21.09), a movimentação dos agentes de trânsito estará na região central da cidade, na rua Barão do Rio Branco com ações educativas. No domingo (22.09), a ação vai se concentrar na Avenida Duque de Caxias. 
 
De acordo com a chefe da Divisão de Educação para o Trânsito da Agetran, Ivanise Rotta, a maioria dos acidentes de trânsito, principalmente os graves e fatais, envolvem a alta velocidade e a bebida alcoólica na direção. As estatísticas do Projeto Vida no Trânsito revelam que em relação ao ano de 2012 as mortes no trânsito diminuíram. Os dados revelam que no período de janeiro a setembro de 2012, 91 pessoas morreram no trânsito em Campo Grande, sendo que 59 eram motociclistas. No mesmo período deste ano, ocorreram 73 mortes nas vias da capital, deste total, 41 motocicletas. 
 
Dados da Agetran revelam, ainda, que outros fatores também contribuem para as estatísticas de mortes no trânsito, por exemplo, o excesso de confiança na direção, a falta de habilitação para conduzir um veículo, o desrespeito à velocidade da via, a ausência da direção preventiva. A diretora da Agetran, Katia Castilho salienta que esse contexto presente no trânsito de Campo Grande reflete em acidentes que têm levado adultos e jovens a perder a vida. As fiscalizações rotineiras da Agetran confirmam essa realidade demonstrando a necessidade urgente de mudanças de comportamento dos motoristas e motociclistas ciclistas e pedestres. “As estatísticas de mortos e feridos por acidentes permanecem assustando a cada ano, mas só atingem as pessoas quando uma fatalidade acontece nas suas famílias”, salienta.
 
Projeto Escola Segura
A Agetran ira intensificar as ações do Projeto Escola Segura em diversas escolas municipais da capital. O projeto desenvolvido pela Divisão de Educação tem como público alvo a comunidade escolar e consiste em diversas atividades educativas que chamam a atenção dos jovens estudantes para o trânsito seguro. Nesta semana, o projeto será desenvolvido por meio de blitzes educativas na frente de escolas e acontecem, sempre, a partir das 16 horas. Hoje, as ações aconteceram na escola municipal Aldo de Queiroz, na terça-feira (17.09) na escola municipal Maestro João C. Ribeiro, na quarta-feira (18.09), na escola municipal Jose Rodrigues Benfica. 
Na próxima semana, as blitzes acontecem a partir de segunda-feira (23.09) na BR 080, próximo ao Detran-MS, na terça-feira (24.09), no cruzamento da avenida Lúdio Martins Coelho com rua Petrópolis e na quinta-feira (26.09) acontece no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua Rio Grande do Sul. A avenida Afonso Pena é considerada a via de maior índice de acidentes fatais em Campo Grande incluindo motoristas, motociclistas e pedestres.
 
Dados da Agetran 
O consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas são fortes fatores para os acidentes, mesmo com o enrijecimento da Lei Seca, que impõem ao condutor sob efeito de álcool multa de R$ 1.915,00. A Semana Nacional de Trânsito prevista no artigo 326 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) tem a missão de fazer o cidadão refletir sobre sua responsabilidade enquanto cidadão e integrante do sistema viário. O Brasil é o quinto país no mundo com mais mortes no trânsito. No Brasil, aproximadamente 57 mil pessoas morrem por ano, são 156 mortes por dia e seis mortes por hora.

DATA DA POSTAGEM 15/09/2013

Gostou! Compartilhe com os amigos.



Deixe seu comentário


 
 
 

 
 
         

 
procurar notícias

 
 
 
Todos os direitos reservados
redação 67 84569691
Acessos: 2675786